Mitose

Olá meus queridos aluno devido ao pedido segue a aula de mitose. Boa aula a todos.


A mitose é um tipo de divisão celular muito comum, como por exemplo nos seres pluricelulares (plantas e animais) e nos seres unicelulares (protozoários e bactérias). Na mitose dos seres pluricelulares as células se multiplicam permitindo o seu crescimento, já nos seres unicelulares é o meio por qual eles se reproduzem.

Mas afinal o que é mitose?
A mitose é um tipo de divisão celular na qual uma célula mãe da origem a duas células filhas geneticamente idênticas e com o mesmo número de cromossomos da célula mãe.

Exemplo de mitose na célula humana.
Observe o quadro abaixo:

Uma célula haplóide (n) com 23 cromossomos da origem a duas células filhas (n) com 23 cromossomos idênticas a célula mãe sua genitora.
Uma célula diplóide (2n) com 46 cromossomos da origem a duas células filhas (2n) com 46 cromossomos idênticas a célula mãe sua genitora.
 Para quê? E qual a importância da divisão celular?


Agora vamos ver a mitose nos seres unicelulares.
No esquema abaixo temos uma bactéria que é a célula mãe dividindo-se por mitose e dando origem a duas bactérias filhas clones, geneticamente idênticas e com o mesmo número de cromossomos da célula mãe. Isto é um exemplo de reprodução assexuada por bipartição muito comum entre as bactérias e nos demais seres unicelulares.
 Reforçando:
Agora vamos estudar a mitose na espécie humana. Para compreender melhor a mitose ela foi dividida didaticamente em 4 fases que são: A prófase, metáfase, anáfase e telófase. Alguns autores acrescentam a 5ª fase a prometafase. Nós iremos estudar as 4 fases, pois a 5ª fase é estudada mais pelos especialistas nessa área.

A interfase
É o período em que a célula não esta se dividindo. Nessa fase a célula se prepara para entrar em divisão celular. 
Entenderam galera. Vejam que a célula em interfase apresenta 3 fases G1, G2, e S. E nessas fases a célula prepara-se para entrar em divisão celular. Se a célula cresceu o suficiente, o DNA foi duplicado corretamente, o centro celular foi duplicado, e se tudo ocorreu corretamente a célula entra em divisão celular.
Agora a que ocorreu tudo corretamente na interfase a célula começa a se dividir:

Primeira fase da mitose: A prófase
A- As cromatides começam a se condensar tornando-se visível ao microscópio,
B- O centrossomo duplicado na interfase
C- Começa a formação das fibras de aster.
D- A carioteca começa a se desfazer e nesse processo ela ira desaparecer momentaneamente.


Célula em prófase vista ao microscópio: Veja que a carioteca e o nucléolo desapareceram e os cromossomos estão bem condensados.


Outro evento que ocorre na prófase é a formação do fibras polares, que partem do centrossomo. Observe no desenho que temos em algumas fibras do áster  e um prolongamento formando as  fibras polares partindo do centrossomo. A prófase termina com o desaparecimento da carioteca. Então temos na prófase:
A condensação dos cromossomos, a formação das fibras do áster, a formação das fibras polares, o desaparecimento do nucléolo e o desaparecimento do núcleo.

2 fase: Metáfase:
A metáfase inicia-se com o desaparecimento da carioteca e do núcleo. Agora as fibras polares ocupam o lugar antes ocupado pelo núcleo. Nessa fase algumas fibras do fuso une-se ao cinetócoro formando as fibras do cinetócoro.


Observe a imagem abaixo:

Entenderam? Algumas fibras do fuso se ligaram aos cinetócoros e formaram as fibras de cinetócoros. Então continuando...
Observe a união entre as fibras de cinetócoro e o cinetócoro. Essa união permite que as fibras desloquem os cromossomos ao centro da célula, formando a placa equatorial ou placa metafásica.

Os cromossomos duplicados em azul na placa equatorial recebem o nome de cromátides irmãs. Reparem bem nas cromátides um pontinho vermelho esses são os cinetócoros. E reparem também que os cinetócoros estão unidos as fibras do cinetócoros em cor mais escura, são eles que mantém as cromátides irmãs na placa equatorial da célula
 Célula em metáfase vista ao microscópio. Observem as cromátides na placa equatorial


Mais uma imagem real de uma célula em metáfase


3ª fase: Anáfase


Essa fase inicia-se com o rompimento do centrômero, e as cromátides irmãs são puxadas aos polos opostos pelas fibras do cinetócoro. Agora as cromáticas irmãs separadas recebem o nome de cromossomos irmãos. Cada polo oposto tem o mesmo material genético observem nas cores dos cromossomos irmãos de cada polo.

Célula em anáfase vista ao microscópio, sendo puxada aos polos opostos


Mais uma exemplo de célula em anáfase vista ao microscópio, sendo puxada aos polos opostos


4ª fase a telófase e citocinese


Nessa última fase o núcleo, o nucléolo e a carioteca reaparecem, os cromossomos descondensam-se, os cinetócoros  e as fibras do cinetócoros desaparecem.


Imagem real de uma célula em telófase vista ao microscópio


Depois da reorganização da célula ocorre a citocinese. Um constrição separa a célula em duas partes geneticamente e cromossomicamente idênticas.

Veja na imagem abaixo:

Lembra do início da aula. Na mitose uma célula mãe da origem a duas células filhas geneticamente idênticas e com o mesmo número de cromossomos. E foi o que aconteceu nessa aula. Observe que as duas células são clones



Espero que tenham gostado da aula. Até a próxima. 

Prof° Weslei




0 comentários:

Postar um comentário